AMBIENTE: Grupo Protecção Sicó

“UM OLHAR SOBRE A SERRA DE SICÓ”

Na tarde do dia 3 de Abril, o GPS – Grupo Protecção Sicó enquadrou e acompanhou os alunos duma turma do 5.º ano da Escola E. B. 2, 3 Marquês de Pombal, numa saída de campo à Serra do Sicó – Barrocal.

No âmbito dos Domínios de Autonomia Curricular e integrada na temática escolhida pelos alunos, “Um olhar sobre a Serra de Sicó”, os alunos efectuaram o levantamento da biodiversidade aí existente, reflectiram sobre os impactes das actividades humanas na Serra e as consequências dessas actividades nos ecossistemas, bem como sobre a necessidade de adoptar comportamentos responsáveis.

Com esta actividade os alunos ficaram a conhecer algumas das espécies de Sicó, a importância de proteger o Maciço Calcário de Sicó-Alvaiázere e os seus Aquíferos, para além do trabalho de protecção ambiental desenvolvido pelo GPS.

O Grupo Protecção Sicó

ONGA – Organização Não-Governamental do Ambiente

Em meados de Janeiro de 1997, 10 Jovens espeleólogos juntaram-se com o intuito de formar uma nova Associação de Espeleologia em Pombal, o que se viria a concretizar em 1 de Agosto de 1997 com a escritura pública do então denominado GPS – Grupo Protecção Sicó, associação sem fins lucrativos, que tem como objectivo a exploração, estudo, protecção e preservação das cavidades e do ambiente do Maciço Calcário Condeixa – Sicó – Alvaiázere, bem como outras actividades de ar livre.

Actualmente o GPS é composto por 85 sócios, dos quais 25% se dedica activamente à actividade espeleológica, possuindo credenciação homologada e cartão de espeleólogo pela FPE – Federação Portuguesa de Espeleologia. É também membro da FAJDL – Federação das Associações Juvenis do Distrito de Leiria.

Até há presente data, o trabalho realizado pelo GPS conta com várias descobertas de novas cavidades que enriquecem o património espeleológico e arqueológico do nosso maravilhoso carso, organização de vários cursos de Nível I (Descoberta da Espeleologia) e Nível II (Iniciação à Espeleologia) homologados pela FPE, bem como várias denúncias aos meios de comunicação social da degradação ambiental do Maciço de Condeixa – Sicó – Alvaiázere.

Grupo Protecção Sicó

www.gps-sico.org

Sharing is caring!